Uma crônica pro meu aniversário.

Março, 22

O aniversário da professora e o muro que não era de Berlim.

Entro na turma do 2º ano do Ensino Médio já pensando na retomada sobre os modos de produção, em particular o modo capitalista, mas eis que um gesto quebra a rotina:
- Professora, feliz aniversário!
- Nossa! Como vocês sabem?
- Ah, é que é o da Tamires também...
- Bacana! Parabéns Tamires, (um abraço, sincero e mutuo), e quantos anos?
- Ai, dezesseis...
- Dezesseis! UAU! Metade da minha, e que saudades dos meus dezesseis.

Em Crônicas de uma Professora (leia na íntegra aqui):

Postagens mais visitadas